Home Esportes Sainz minimiza crise e se diz ansioso para correr pela Ferrari

Sainz minimiza crise e se diz ansioso para correr pela Ferrari

554
0

Substituto de Sebastian Vettel na Ferrari em 2021, Carlos Sainz sabe que não encontrará na equipe o ambiente e competitividade que esperava quando assinou com o time, em maio. Apesar disso, o espanhol fez questão de ressaltar que nunca há um momento ruim para se juntar à mais longeva equipe do grid da Fórmula 1, que hoje é apenas a quinta no Mundial de Construtores.
Estou muito confortável com a decisão que tomei. Tenho 100% de confiança no pessoal da Ferrari e no que eles podem fazer pelo futuro. Vamos lembrar que no último passado eles foram capazes de conquistar sete pole positions, então, é uma equipe que acho que sabe como produzir carros muito bons. Ir para a Ferrari é uma experiência única, e um lugar especial para um piloto da Fórmula 1. Honestamente, não acho que seja de forma alguma uma hora ruim para ir para a Ferrari – disse Sainz.

O espanhol foi confirmado na escuderia italiana em maio, um dia após a Ferrari anunciar que não renovaria o contrato de Vettel. Sainz vai correr ao lado de Charles Leclerc, que se juntou ao time em 2019 e teve sua relação com a equipe estendida até 2024.
o atual piloto da McLaren chegou a falar sobre a má fase da equipe que, sem vencer, soma apenas 61 pontos em sete etapas, ocupando a quinta posição no campeonato, e faz a pior temporada da década.

Os melhores resultado da Ferrari em 2020 foram os dois pódios – um segundo e um terceiro lugares – conquistados por Leclerc respectivamente no GP da Áustria e no GP da Inglaterra. Na garagem ao lado, o melhor desempenho de Vettel foi apenas um sexto lugar, na prova no circuito de Hungaroring, na Hungria.

  • Resultado da Ferrari na Bélgica é o pior da década

Sainz negou estar nervoso por se tornar piloto da equipe que, embora sob turbulência, ainda é uma das mais tradicionais da categoria. O espanhol, ofuscado pelo desempenho ascendente de seu colega Lando Norris, revelou que a sua situação no campeonato (ocupando a 11ª posição, cinco atrás do companheiro) lhe deixa muito mais preocupado:

  • O que me deixa nervoso é perder 30 pontos e não ser minha culpa, isso me faz deitar e pensar “como eu perdi todos esses pontos e por que isso está acontecendo comigo?”. Mas não, estou muito confiante e pronto para ir para a Ferrari na próxima temporada. Não poderia estar mais ansioso.
    Às vésperas do início do GP da Itália, em Monza, Sainz revelou que o acolhimento da torcida italiana – os tifosi – tem sido fundamental para alimentar sua ansiedade para se juntar à equipe, e garantiu também que se tivesse a oportunidade de mudar seu destino na Fórmula 1, ainda escolheria a Ferrari.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here