Home Destaques Consórcio pede prorrogação de obra no Anhangabaú para 2021

Consórcio pede prorrogação de obra no Anhangabaú para 2021

548
0

A reforma do Vale do Anhangabaú, na região central da cidade de São Paulo, deverá ser concluída apenas em fevereiro de 2021, como mostram documentos obtidos . O Consórcio Central, responsável pela reforma, solicitou um novo prazo de 90 dias para o término total da reforma e, segundo o novo cronograma, a obra deve estar totalmente concluída apenas em 28 de fevereiro de 2021.

Apesar da nova prorrogação já ter o aval da área técnica da SPObras, conforme os documentos, a Prefeitura de São Paulo diz por meio de nota que vai reinaugurar a área ainda neste ano, em 30 de outubro, mais de um mês depois da segunda data anunciada: 20 de setembro.

No total, a obra está orçada até agora em R$ 93,8 milhões, quase R$ 14 milhões a mais do que o previsto no projeto inicial da prefeitura. Na carta enviada ao prefeito Bruno Covas (PSDB) e a São Paulo Obras (SPObras), a FBS Construção Civil e a Lopes Kalil Engenharia atribuem o novo atraso à pandemia do coronavírus, que teria demandado o afastamento de parte da equipe, e aos serviços subterrâneos do espaço.

“A necessidade de diversas alterações no projeto para que se pudesse adequar as inúmeras interferências, tanto com as redes de telecomunicações, quanto as concessionárias de água, esgoto, gás e energia elétrica, acarretaram a necessidade de novo planejamento de obra e prorrogação das datas finais para diversos serviços, especialmente o piso”, diz a carta.
O documento do consórcio também alega que, por causa da pandemia, a empresa “mantém afastados alguns funcionários essenciais para o perfeito andamento da obra, fato que tem provocado algumas complicações para o cumprimento do cronograma”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here