Home Destaques Prevent comete crime matando pacientes com hidroxicloroquina

Prevent comete crime matando pacientes com hidroxicloroquina

518
0

A Prevent Senior omitiu no atestado de óbito que o médico Anthony Wong, morto em 15 de janeiro deste ano em São Paulo, faleceu em decorrência de Covid. A operadora de saúde também não informou no documento que Regina Hang, de 82 anos, mãe do empresário Luciano Hang, dono da Havan, morreu em 4 de fevereiro após complicações relacionadas ao coronavírus.

Os prontuários de Wong e Regina aos quais a TV Globo teve acesso, mostra que os dois foram internados no Hospital Sancta Maggiore, da Rede Prevent Senior, e acabaram medicados com o chamado “kit Covid”, série de medicamentos sem comprovação científica na prevenção ou tratamento da doença. A Prevent, por meio de nota, informou que por “limitações éticas e legais não pode fornecer ou confirmar informações de pacientes e de seus parentes” .

Na certidão de óbito de Wong, obtida pela GloboNews, consta que o pediatra morreu de choque séptico, pneumonia, hemorragia digestiva alta e diabetes mellitus, e não faz menção à Covid. Quando Wong morreu, o Sancta Maggiore não informou a causa da morte à imprensa.

No atestado de óbito de Regina Hang, a Prevent também não menciona o coronavírus: disfunção múltipla de órgãos, choque distributivo refratário, insuficiência renal crônica agudizada, pneumonia bacteriana, síndrome metabólica e acidente vascular cerebral isquêmico prévio. O filho, Luciano Hang mesmo disse

A revista Piauí divulgou nesta terça-feira (21) reportagem para revelar que o pediatra e toxicologista Wong, que era defensor do tratamento precoce contra Covid, foi internado em 17 de novembro de 2020 no hospital após o médico apresentar sintomas de Covid-19 havia oito dias.

“Um exame de PCR feito no hospital confirmou a presença do Sars-CoV-2”, informa trecho do documen
A Piauí destacou que Wong autorizou ser medicado com o “kit covid” da Prevent Senior; e que o médico recebeu outros tratamentos como a inalação de ”heparina e metotrexato venoso” – medicamentos sem eficácia comprovada para Covid. Além disso, o médico também o fez “20 sessões de ozonioterapia retal’’. E vinha “vinha fazendo uso de hidroxicloroquina”.

Wong foi atendido durante a internação pela colega médica Nise Yamaguchi, que, segundo a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, pertence ao chamado “gabinete paralelo” do governo federal.

De acordo com os prontuários, Wong também recebeu a visita Pedro Benedito Batista, diretor-executivo da Prevent. Nesta quarta-feira (22) o executivo se recusou a informar a CPI a causa da morte de Anthony Wong.

A GloboNews revelou na semana passada que a Prevent Senior ocultou mortes de pacientes que participaram de um estudo realizado para testar a eficácia da hidroxicloroquina, associada à azitromicina, para tratar a Covid-19, segundo dossiê ao qual a reportagem teve acesso (saiba mais abaixo). O diretor da Prevent, Pedro Benedito Batista Júnior, negou nesta quarta-feira, durante a CPI da Covid, que tenha ocultado as mortes.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here